A Igreja na China é principalmente doméstica já que o país é comunista e tem restrições severas ao cristianismo. Um exemplo disso é a atual situação de dois cristãos destas igrejas, que estão sob custódia policial em um vilarejo na província central chinesa de Shaanxi.

Segundo a Associação ChinaAid, no domingo de 13 de março, 12 cristãos foram presos numa invasão da policia durante o culto na casa de Weng Zemei na vila Ma”an, no distrito de Zhongchang, em Baihe.

Apesar da prisão de 12 pessoas, 10 foram liberados na mesma noite e apenas dois permaneceram detidos: Weng e Zhang Yongkuan. A polícia também confiscou todas as Bíblias e outros livros e publicações.

A ChinaAid condena a atitude do chefe de polícia Xia Huashan de ações ilegais em violar os direitos legais dos cristãos se reunirem, e pede que haja libertação imediata dos cristãos que estão detidos, além da entrega dos materias confiscados – as Bíblias, livros e as outras publicações.

Fonte: Portas Abertas

2 thoughts on “Um culto doméstico é invadido pela polícia”

  1. É precisamos orar pois eles se colocaram na brecha !Devemos nos conscientizarmos e aos que pudermos alcaçar…tem muito cristão que não tem noção da gravidade e ao mesmo tempo a nescessidade de levar o evangélio de Jesus…é cumprir o seu íde!

  2. ESTA NOTICIA É REALMENTE MUITO TRISTE, SABER QUE IRMÃOS NA CHINA NÃO TEM A MESMA LIBERDADE QUE NÓS TEMOS AQUI NO BRASIL. TB É UM INCENTIVO PARA APROVEITARMOS MUITO MAIS ESSA OPORTUNIDADE QUE AINDA TEMOS DE LOUVAR E PREGAR O EVANGELHO “LIVREMENTE”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *